Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2017

INSPIRADOS PELA LUA,INTUIÇÕES E ORÁCULOS ILUMINAM OS CAMINHOS

Inspirados pela Lua, intuições e oráculos iluminam os caminhos

Por biapicchia  Sabe aquela voz interna e sábia que aparece como um estranho pensamento dentro da mente ou que  fala num sonho? Na psicologia Junguiana ela é considerada a voz do Self e nas diversas  espiritualidades é a voz do Eu Superior, do Anjo ou do Guia. Para os antigos, essa era a voz da Deusa Lua, que se expressava também por oráculos para transmitir uma sabedoria que supera o racional. Se lhes dermos atenção, essas inspirações que vêm do lado luminoso da Deusa Lua (ou das profundezas do inconsciente em termos modernos) podem trazer um imenso desenvolvimento para a vida, pois indo além do visível proporcionam uma visão mais alta e sábia sobre nossos assuntos. Dar a devida atenção a isso significa anotar os sonhos, ficar alguns momentos em silencio para escutar a voz interna, atentar a impressões estranhas, aprender a lidar com oráculos. Essas coisas exigem tempo, coragem para assumir pensamentos próprios e equilíbrio par…

ALEISTER CROWLEY,O MAGO OCULTISTA MAIS INFLUENTE DO SÉCULO XX,TIDO COMO O HOMEM MAIS PERVERSO DO MUNDO

ILUSTRA Aluísio Cervelle Santos Aleister Crowley, o mago ocultista mais influente do século 20 O polêmico mago que chocou o mundo no início do século 20 trabalhou como escritor, compositor e até como espião 1) Fruto de uma rica família britânica, Edward Alexander Crowley (1875-1947) se rebelou, após a morte do pai, contra o cristianismo. Por se interessar em estudar magia negra, foi apelidado de “a Besta” pela mãe. Na Universidade de Cambridge, mudou o nome para Aleister e experimentou sexo com garotas e rapazes. 2) Ainda em Cambridge, Aleister passou a maior parte do tempo jogando xadrez e praticando alpinismo – participou da primeira equipe europeia que tentou escalar o monte K2, na Ásia. Em 1896, seu interesse por assuntos mórbidos aumentou e o fez abandonar os estudos para se dedicar ao misticismo. 3) Em 1904, viajou com a esposa, Rose, para o Egito. Aleister dizia que, durante essa jornada, teria se encontrado com o espírito do deus egípcio Hórus e que a entidade o teria convocado par…