FEITIÇARIA PARA AFASTAR UM OBSESSOR OU MANIPULAR ENERGIA NEGATIVA DAS TREVAS(VAMPIRISMO)


FEITIÇARIA PARA AFASTAR UM OBSESSOR OU MANIPULAR ENERGIA NEGATIVA DAS TREVAS

A feitiçaria trata da arte de manipular energia psíquica através de bases materiais. Portanto, você terá que fazer uma urna de aprisionamento para essa entidade e um exorcismo de sucção, além de um escudo de choque de retorno.

Para produzir a urna:

Consiga uma caixa hermética, ½kg de pregos (de preferência enferrujados) e ½ kg arame farpado. Consiga também ½kg de enxofre e ½kg de sal grosso. Todos esses elementos: pregos, arame farpado, enxofre e sal grosso são agentes mágicos por natureza. Você não precisa invocar força alguma para empoderá-los.

Para o feitiço de sucção:

Consiga uma dúzia de ovos galados e tabaco puro.

Segundo a feitiçaria, os dois melhores receptáculos para encarnação de uma entidade é o útero ou o ovo. Através de uma sacerdotisa no período do catamênio, por exemplo, pode-se aprisionar a entidade em seu útero e depois tratar o sangue secretado como uma múmia para desfazer esse trabalho. Mas para você fazer isso aí seria muito difícil e complexo. Vamos usar o ovo. Por algum milagre da natureza, a forma do ovo está dentro da razão daquilo que chamamos de «razão áurea». Por ter a forma que tem, o ovo tem a capacidade de «sugar» para dentro dele qualquer entidade/obsessão e até forma-pensamento. Kenneth Grant dá pequenos lampejos sobre esse conhecimento quando nos instrui a sermos sugados para dentro da cabeça de Lam através do foco «ekāgrata» nos olhos da entidade, quem tem a forma de um ovo.[3] Mas para que ele possa ser um receptáculo ideal, o ovo deve conter ambas as polaridades, masculino e feminino, quer dizer, ele deve estar galado.

Mas a entidade/obsessão deve ser atraída para dentro do ovo. Isso você fará ao preparar uma cama de tabaco para o ovo, como um círculo em volta dele. O cheiro do tabaco atrai essas entidades e obsessores. Durante a Lua Minguante, período em que as energias telúricas do planeta estão desestimuladas e portanto também estas entidades e obsessões que estão conectadas com seus aspectos lunares.

Você deverá colocar o ovo com a cama de tabaco durante uma hora sobre seus cakras. Depois, com cuidado, remova-os sem quebrar e os coloque dentro da urna. Durante mais uma hora, coloque outros ovos e tabaco perto de seus orifícios, por onde a entidade deve ter entrado. Remova-os com muito cuidado e os coloque na urna também. Finalmente, faça um círculo ao seu redor com mais ovos e tabaco. No fim, da mesma maneira os coloque na urna. A cada sessão de uma hora, você deve vibrar o nome da entidade, chamando-a intensamente. Mas você não sabe, não é? Nesse caso, você deve chamá-la assim: vem insônia, vem depressão, vem angústia, vem sofrimento, vem estado de inferno, vem desgraça, vem depressão, vem medo, vem pavor etc. Já ensinava Abramelin: inflama-te em oração.

Prepare a urna da seguinte maneira: coloque no fundo uma camada de sal grosso. Enrole o arame farpado e faça como um ninho no fundo da caixa. Em seguida espalhe os pregos. Note que a caixa deve ser grande para caber isso tudo mais os ovos. Depois que colocar todos os ovos, jogue por toda a caixa o enxofre. O enxofre é uma força cega da natureza, por esse motivo, muitos magistas medievais o chamavam de «demônio que come demônios». Mas ele não consome só demônios. Ele consome qualquer coisa. Lembre-se que o ovo tem o poder de sugar entidades e até formas pensamento. Quando o enxofre tocar no ovo, seu Elemental ígneo será também sugado para dentro do ovo, levando a entidade aprisionada a um estado de inferno.

Os pregos e o arame farpado devem ser de ferro. O ferro, deste a Idade Média, é considerado um material que coloca qualquer demônio sobre julgo. Por essa razão, considera-se melhor ter uma espada mágica forjada em ferro. O primeiro demônio que Salomão aprisionou foi Ornias, encarcerado por ferro. Note que o ferro é um metal ausente na lista de metais planetários utilizados na confecção dos sigilos da Goécia.

Isso trata entidades instaladas em seus códigos de luz, mas para prevenir outros ataques você teria que fazer um feitiço escudo de choque de retorno. Este feitiço requer um conhecimento técnico mais avançado da arte da feitiçaria, muito usado em operações marciais. Esta classe de feitiço requer a construção de um vórtice de poder que absorva seletivamentente somente encantos de malefício amplificando o poder e devolvendo os dardos envenenados a sua origem. Já com relação aos trabalhos com umbigo você teria que começar a considerar fazer práticas de assentamento de seus antepassados e ancestrais em sua casa, que formam a base e o sustento da alma encarnada. Seu tio ao enfeitiçar seu umbigo simplesmente te isolou da egrégora familiar para te enfraquecer e te vencer com mais facilidade. Te deixando sozinho e isolado, você perde.

Após conter a entidade no ovo dentro da urna de aprisionamento, enterre-a abaixo de sete palmos. Isso colocará a entidade presa abaixo dos veios telúricos da terra. Mais um impedimento para que ela retorne.

Anote tudo cuidadosamente e após algum tempo mande notícias. Gratidão pela oportunidade.


Amor é a Lei, amor sob vontade.


Às ordens.
Fernando Liguori e Alex Elias
Juiz de Fora, 2015 e.v.




[1] O receptáculo contendo o feitiço lançado.
[2] Entidades dessa natureza podem se alimentar não somente de seu prāṇa, mas também do prāṇa do ambiente ou até mesmo a luz do sol. Tais entidades automatas são criadas dessa forma para vampirizarem seu próprio criador. Nesse caso, para aprisioná-las, seria melhor executar o feitiço no auge da obsessão ou estado de inferno.

Fonte: http://circulotifoniano.blogspot.com/2015/04/a-urna-de-contencao-o-exorcismo-de.html


Postagens mais visitadas deste blog

OS MELHORES BANHOS DE DESCARREGO DA UMBANDA

COMO SABER QUEM É MEU EXÚ OU POMBA GIRA ?

TESTE PARA SABER SE VOCÊ É SENSITIVO